sábado, 12 de maio de 2012

Ter ou nao ter uma assessora/Cerimonial???

Se puder, tenha. E pense no número de meses que ela estará ao seu lado antes de surtar com o valor final do orçamento.
Lembre-se de outra coisa: é com esse orçamento que ela levará mais assistentes no dia e tudo mais. Aliás, se não der pra ter uma assessora antes, faça uma reserva no porquinho para ter uma cerimonialista no dia.
São muito motivos, mas vou tentar resumir aqui:
  • São muitos fornecedores no dia e cada um vem de um canto. Claro que muitos buffets já têm seu espaço e fazem os docinhos/decoração/iluminação etc. Mas você pode levar as bebidas e sempre escutei/acompanhei muitas histórias de garrafas a menos no final da festa que o buffet/garçons passaram a mão, deram a Elza, deram a Haydée. Sem romantismo: roubaram mesmo
  • Ela pode, junto com você, fazer uma listinha de possíveis convidados mais exaltados e enfiar água neles (isso não resolve muito, mas pelo menos você fica mais despreocupada caso não tenha contratado uma ambulância para emergências)
  • Ela vai com você na 25 ou qualquer outro canto, além de indicar fornecedores que já têm a sua cara
  • Ela agenda pagamentos e te relembra de todos eles caso você dê um perdido
  • Ela pode lidar com eventuais abutres de plantão, como o Ecad, que pode aparecer do nada mesmo você tendo pago tudo direitinho (nunca duvide da astúcia desses caras)
  • Ela quem vai organizar as havaianas/sapatilhas/lembrancinhas além de deixar as mesas sempre apresentáveis (aliás, vale pagar um pouco a mais para uma tiazinha repor os doces. Como podem ser fornecedores diferentes, como no nosso caso, o buffet nem encostaria a mão na mesa de doces porque não está no escopo deles)
  • No dia, vai comandar a cerimônia, da lista dos músicos às velinhas que você tanto queria na decoração
  • Ela vai quebrar muitos galhos e imprevistos de última hora. Exemplos: nosso reverendo esqueceu (ahn?) os papéis com a ordem da cerimônia. Ela apareceu depois de 15 minutos com tudo impresso. Minha mãe foi ao banheiro e o vestido simplesmente descosturei na lateral inteirinha. Lá veio a Vivi com linha e agulha e fez um puxadinho tudo na mão (certeza que ela tem gnomos na equipe)
  • Já aconteceu da decoradora mandar um buquê pink quando a noiva queria um branco. Dá-lhe assessora
  • Outro causo: equipe de decoração que quebra noivinhos do bolo (peça de família). Dá-lhe assessora e gnomos correndo atrás de outra opção
  • Ela tem um escritório e pode centralizar a maior parte das reuniões lá (nem sempre é legal você conhecer a cidade inteira ou abrir as portas da sua casa pra um monte de gente que você nunca viu na vida, né?)
  • Ela quem organiza tudo no final da festa. Quando saí do salão, o carro do meu irmão já estava todo abastecido com lembrancinhas, doces, mochila, bolsa e tudo o que eu tinha deixado pra trás no dia. Além de recolher ternos/sapatos perdidos que milagrosamente já estavam na casa da minha mãe no dia seguinte
  • E, pra terminar, leve em consideração se seu santo bate com o dela/dele. Mas, pra mim, uma das coisas mais importantes depois de alguns meses foi o fato de ela ter um escritório do lado do meu trabalho. Com milhares de reuniões desse ano, dia após dia você percebe o quanto é importante ter seus fornecedores bem em volta de você. Principalmente para quem mora em São Paulo
Ainda lembro da frase da Vivi Farah assim que a conheci: “o céu é o limite para um casamento. Tudo depende do que você espera dele e pode gastar com ele. E meu papel em tudo isso não é necessariamente fazer vocês gastarem menos. Mas fazerem vocês gastarem da melhor maneira possível”.
Além de tudo isso, a moça saiu na Vogue Noivas um pouco antes da nossa festa. Nem preciso dizer que virou nossa (ooops, minha) revista de cabeceira, né? Se um dia ela quiser fazer festinhas de crianças, bodas ou bingo, certeza que será lembrada por mim sempre como a primeia opção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário