quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Chá Com FLores












Primeira Visita ao Lar de 2013!!

Nosso Apezinho tomando forma e indo para reta final!!
















Flores em EVA, Mara....












segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Pedidos de casamento criativos

Singelo ou superprodução? Assista e escolha seu preferido!

Por Renata Demôro

Que mulher nunca sonhou com um pedido de casamento de tirar o fôlego? A boa notícia é que muitos homens se empenham em proporcionar momentos dignos de cena de filme. Engraçados, românticos ou emocionantes, costuma ser difícil segurar as lágrimas diante de gestos tão doces. A seguir, prepare o lencinho de papel e confira os melhores pedidos de casamento de 2012:
  • 1
    Superprodução
    Quase 17 milhões de visualizações no You Tube fazem desse criativo pedido de casamento um dos grandes hits do ano no site de vídeos. Foi tanta gente envolvida que a proposta ganhou ares hollywoodianos. E o clima é tão festivo que é impossível não se divertir com esse vídeo.

  • 2
    Com cartazes
    Podia ter sido só mais um encontro entre amigos numa churrascaria, mas a criatividade do noivo mudou o rumo do jantar. De quebra, o vídeo tem "Pra Sonhar", de Marcelo Jeneci, como trilha sonora. A gente duvida você não se emocionar.

  • 3
    No meio do parque
    Em pleno Bryant Park, no coração de Nova York, enquanto a noiva acha que está indo para um corriqueiro encontro com uma amiga, se depara com uma superprodução de deixar muita comédia romântica no chinelo.

  • 4
    Caça ao tesouro
    Num domingo de Páscoa a brincadeira de caça aos ovos de chocolate se transformou numa verdadeira caça ao tesouro para Renata - daquelas com pistas e tudo. O grande prêmio? Um pedido de casamento, claro.

  • 5
    Flashmob
    A música de Bruno Mars - "Marry You" - parece mesmo ter sido o hino dos pedidos de casamento em 2012. Mas esse tem a Torre Eiffel como pano de fundo.

O que é preciso para o Casamento no civil

Cerimônia religiosa pode ter efeito civil

Por Renata Demôro

Casar no civil significa assinar um contrato. Pois é, a frase não parece muito romântica, mas é isso que acontece quando duas pessoas resolvem se unir. Para evitar contratempos às vésperas do casamento, saiba os documentos que você precisa apresentar, quanto pagar e em que período.
  • 1
    No cartório
    É preciso dar entrada no casamento civil cerca de 60 dias antes da data pretendida. Compareça ao cartório localizado no bairro onde um dos noivos reside e solicite o processo de habilitação. Neste momento, os solteiros devem apresentar carteira de identidade, CPF, certidão de nascimento e comprovante de residência. Também é preciso ter duas testemunhas maiores de idade. Os divorciados ainda precisam levar a certidão do casamento anterior com averbação do divórcio. Os valores variam de acordo com o estado, mas são tabelados. Em São Paulo, os cartórios cobram uma taxa de R$ 276,60 e no Rio de Janeiro o valor é de R$ 275,17. Foto: Fernando Paes
  • 2
    Na casa de festas
    Quem pretende realizar uma cerimônia civil em uma casa de festas precisa desembolsar uma taxa para o deslocamento do juiz de paz. Em São Paulo, o custo de casar fora do cartório é de R$922. Noivos que nasceram em outra cidade ainda precisam entregar um formulário no cartório, que deve ser respondido e devolvido pelo órgão em até 15 dias. Foto: Fabricia Soares  

  • 3
    Religioso com efeito civil
    Quem se casa na igreja não precisa, necessariamente, realizar a união civil antes da cerimônia. É possível casar apenas na igreja e ter direito ao registro. Neste caso, quem celebra o casamento religioso com efeito civil é uma autoridade religiosa (padre, rabino, pastor). Dirija-se ao cartório com 60 dias de antecedência e manifeste a vontade de realizar a união civil e religiosa ao mesmo tempo. Vocês receberão uma licença que deve ser entregue ao celebrante religioso e, após o casamento, precisam retornar com o documento ao cartório. Foto: Edu Federice
  • 4
    Nome e regime de bens
    Antes de decidir casar é bom conversar sobre o regime de bens e a vontade de mudar o nome de solteira. Hoje, homem e mulher podem, ou não, incluir o sobrenome do cônjuge. A mudança implica na solicitação de novos documentos, como passaporte, título de eleitor, CPF, carteira de identidade, motorista e trabalho. Também é neste momento que os noivos devem escolher o regime de bens, que varia entre comunhão parcial, total ou universal de bens e participação final nos aquestos. No Brasil, o modelo mais adotado é a comunhão parcial de bens, que vigora em todos os casamentos, caso os noivos não se manifestem. Neste regime de bens, tudo o que for adquirido após o casamento é considerado um bem comum ao casal (exceto heranças e doações). Os bens de antes do casamento continuam sendo propriedade de cada um dos noivos, separadamente. Foto: Carise Andrade

Lista de Casamento para quem esta montando a Casa.

Diversificar as opções para os convidados está entre as dicas


Você comprou um apartamento e não sabe como montar a lista de presentes de casamento? Saiba que eletrodomésticos essenciais, como geladeira e fogão, podem conviver tranquilos com o sofá, a mesa de jantar e um novo computador. Para Sandra Zlotagora Pessini, do ListaPerfeita, “o ideal é oferecer diferentes opções de presentes e preços aos convidados. Ninguém gosta de acessar a lista e perceber que os outros convidados já compraram quase tudo. É normal deixar alguns itens sobrando, sabendo que ninguém vai adquirir”. A seguir, veja a lista montada por ela, em ordem de importância, sugerida para um casal que está montando a casa do zero:
  • 1
    Eletrodomésticos básicos
    Geladeira (oferecer mais de uma opção para compra)

    Fogão (especificar quantas bocas e se é para embutir ou não)

    Ferro de passar

    Micro-ondas

    Aspirador de pó

    Cafeteira

    Liquidificador

    Sanduicheira / Torradeira

    Grill

    Batedeira / Mixer

    Forno elétrico
 
 

  • 2
    Utensílios de cozinha
    Panelas de diversos tamanhos

    Panela de pressão

    Caçarola com tampa

    Travessas refratárias

    Assadeiras (diversos tamanhos e formatos)

    Faqueiro comum para dia a dia

    Facas específicas (pão, desossar, descascar)

    Colheres para servir

    Formas

    Garrafa térmica

    Potes de armazenamento (Pedir quatro P, quatro M e dois G)

    Bandeja

    Faqueiro para churrasco

    Jogo de mesa

    Bandeja

    Chaleira

    Porta copos

    Porta temperos

    Aparelho de Fondue

    Faqueiro para ocasiões especiais

    Balde para champanhe
 
 

  • 3
    Louça
    Jogo de louça para dia a dia (seis ou doze pessoas) com pratos rasos, fundos e de sobremesa

    Copos de água (dia a dia) para seis ou doze pessoas

    Jarra

    Jogo de café (seis ou doze pessoas)

    Taças para água (seis ou doze pessoas)

    Molheira

    Leiteira

    Jogo de louça para ocasiões especiais (seis ou doze pessoas)

    Jogo de chá (seis ou doze pessoas)

    Taças para vinho (seis ou doze pessoas)

    Taças para champanhe (seis ou doze pessoas)
 

  • 4
    Enxoval
    4 jogos de cama completos (dois lençóis e duas fronhas)

    4 jogos completos de banho (piso e toalhas de banho e rosto para o casal)

    4 travesseiros

    2 colchas

    1 edredom

    4 protetores de travesseiro

    1 protetor de colchão

    2 roupões
 
  • 5
    Complementos
    Móveis em geral (sofá, cama, mesa, estante, armários etc.)

    2 vasos de cristal

    1 câmera digital

    2 obras de arte

Dezembro é o novo mês daas noivas!!

13º salário e clima agradável estão na lista de preferências

Imagem ilustrativa / Foto: Getty Images
Por Renata Demôro

Maio costumava ser o mês mais concorrido para realizar um casamento, mas a dificuldade em encontrar igrejas e espaços para festas disponíveis já começa a competir com outro período do ano. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dezembro é o mês em que são realizadas mais uniões no Brasil. “Muitas noivas decidem casar no último mês do ano pensando no recebimento do 13º salário. O valor costuma ser usado na lua-de-mel ou em extras que fogem ao orçamento previsto”, diz a decoradora Lu Lima, da Projeto Festa.


Clima agradável e festas de fim de ano também atraem casais

Lu Lima explica que "o 13º ajuda, principalmente, casais que têm um orçamento justo, mas os meses de maio, setembro e outubro também são muito procurados”. Segundo a decoradora, a época também proporciona unir a viagem de lua-de-mel com as férias ou convidar amigos e familiares de outros estados e até de fora do país. Para a cerimonialista Elke Delmond, dezembro também atrai as noivas por outros fatores: “O tempo é agradável e as flores estão muito bonitas. Quando comparado ao mês de maio, os custos com fornecedores é bem menor”.

Planejamento é essencial
A proximidade com as festas de fim de ano exige que o casamento em dezembro seja planejado com antecedência. De acordo com Elke, “o mês é festivo e curto. São apenas quinze dias para promover o casamento. A segunda metade do mês já é dedicada às festividades tradicionais”. Os casais ainda podem ter dificuldade para encontrar datas disponíveis em igrejas e salões. “Este é o mês dos eventos corporativos, que já estão reservados. Outro fator a ser levado em consideração é o trânsito característico do período, que pode complicar a visita aos fornecedores e até a chegada ao local do casamento”, diz Lu Lima.

Flores invernais devem ser descartadas

A organização do casamento nesta época também exige alguns cuidados. “Providencie ventiladores com umidificação, ar condicionado portátil, água e bebidas geladas. Procure expor as flores o mais próximo possível ao horário de início do evento. As flores brancas queimam com mais facilidade nesta época. Esqueça as flores invernais, como hortênsias e tulipas. Recomendo que você aproveite a explosão de cores das gérberas para decorar o espaço”, orienta a decorador Lu Lima.

Imprevistos no Casamento

Contratar um cerimonialista de confiança é um bom começo!

Imagem ilustrativa / Foto: Getty Images
Por Renata Demôro

Você tem pesadelos com o bolo que não chegou ou o vestido de noiva que não foi entregue? Comum entre as noivas, a TPC (Tensão Pré Casamento) tem motivo, afinal, são tantas coisas para coordenar, fornecedores para pagar, problemas que podem acontecer. De acordo com a cerimonialista Flávia Cavaliere, da Cerimoniale, que já viu todo tipo de imprevistos no grande dia, organização e planejamento afastam boa parte dos problemas: “Alguns casais fazem contato com o fornecedor, realizam o depósito, mas não dão essa informação ao profissional. Dessa forma, vi o bolo e as bebidas não aparecerem, já que a pessoa não identificou o pagamento e sequer sabia que foi realmente contratada para aquele evento. Um telefonema ou e-mail de retorno pode evitar esse tipo de problema”.

Quer afastar a possibilidade de ter dor de cabeça com o tão sonhado vestido? Nada de pressa! “Não peça a retirada do modelo com muita antecedência. Até o dia do casamento você pode perder ou ganhar alguns quilinhos. Recomendo pegar o vestido na semana do casamento. Assim você pode experimentar na frente da costureira pela última vez e pedir para ajustar, se for necessário”, diz Flavia Cavaliere. Abaixo, saiba como evitar e solucionar problemas comuns no dia do casamento:
  • 1
    Não corra riscos
    “Tenha um bom um bom cerimonialista e delegue poderes a ele. Isso evita que a maioria dos problemas aconteça, já esse profissional se antecipa aos fatos. E se houver algum imprevisto, ele conseguirá solucionar com serenidade”, orienta Flavia Cavaliere. A cerimonialista dá algumas dicas importantes para que tudo saia como planejado: “Os geradores são extremamente necessários. Você vai torcer para não precisar usá-los, mas eles estarão lá, caso haja uma queda de energia. Já a contratação de bebidas em um distribuidor com plantão noturno é ideal para socorrer a festa, caso o consumo extrapole o previsto. Casamentos na serra, praia ou locais ao ar livre devem ter repelente nos banheiros. Quando realizados no outono ou inverno, aquecedores a gás em pontos estratégicos evitam que as pessoas deixem a festa por conta do frio. Toldos também são necessários para proteger da chuva e do orvalho”.

    Para ajudar na escolha da data ideal, procure saber sobre o clima naquele mês, as flores da estação e os eventos que poderão acontecer na cidade.
    As casas de festa costumam fazer pacotes especiais para casamentos em dias úteis, mas entenda que você pode andar até o altar em meio a uma dúzia de pessoas. Quando os convidados não conseguem sair mais cedo do trabalho acabam indo direto para a festa e uma cerimônia vazia deixa qualquer noiva frustrada. Avalie esse tipo de risco e pense bem se vale a pena.
  • 2
    Atrasos
    Noiva pode atrasar? Hoje em dia os atrasos propositais não são bem tolerados – por convidados ou profissionais envolvidos com o evento. “Se você sabe que vai haver um show na praia bem na hora do seu casamento, pegue outro caminho. É véspera de feriado? Saia mais cedo do hotel. Noiva atrasada é muito deselegante”, orienta Flavia Cavaliere. Um Dia da Noiva divertidíssimo também pode se transformar em um problema:

    “Noiva que se arruma com muitas madrinhas pode perder a hora facilmente”
    , diz Carol Souza Lima, assessora e decoradora de eventos. Ela explica que o atraso de padrinhos é comum. “Pedir que eles estejam na igreja 30 minutos antes do horário descrito no convite é uma boa solução”, diz Carol. Quando eles não conseguem chegar a tempo de compor o altar, a cerimonialista, assessora ou organizadora do evento providenciará uma pessoa, também especial para o casal, para completar o cortejo. Segundo Flavia Cavaliere, avisar aos convidados sobre possíveis dificuldades de acesso ou transporte ao casamento evita esse tipo de problema.
  • 3
    Problemas com fornecedores
    Esse é o tipo de situação que pode tirar a noiva do sério. Por isso mesmo, as cerimonialistas não costumam repassá-la aos noivos. “Não posso evitar todos os problemas, mas minha função é solucioná-los. Se faltar o bolo, as bebidas ou bufê, vou correr para resolver, sem que noivos ou convidados percebam. Para fastar esse tipo de problema, contrate fornecedores conhecidos no mercado, com boas referências, e com quem o cerimonial está costumado a trabalhar”, avalia Carol Souza Lima.

    Se você optar por não ter uma equipe de cerimonial, correr atrás de um novo bolo pode não ser tarefa fácil. Se ainda assim decidir organizar seu casamento sem ajuda, delegue funções para pessoas próximas e em que possa confiar. Elas ficarão responsáveis por correr atrás de uma solução, sem deixar que você perceba. Jamais tente solucionar tudo sozinha ou o investimento do casal naquela data irá por água abaixo enquanto você tenta alugar mais uma toalha de mesa ou o guardanapo que está faltando. “É muito importante que os noivos escolham ser felizes neste dia. Se faltar uma daminha, o salto quebrar e a noiva precisar casar com outro modelo, ou maquiador atrasar duas horas: guardem tudo isso em outro lugar, divirtam-se e sejam felizes”, recomenda Flavia Cavaliere.

5 coisas que não saem da moda

  • 1
    Marcha nupcial
    Ela deixa a entrada da noiva ainda mais estonteante e emocionante. Independente da trilha sonora, é difícil segurar as lágrimas vendo uma mulher caminhar até o altar vestida de branco, mas a Marcha Nupcial, de Mendelssohn, causa aquele impacto imediato em amigos e familiares. Se você quer emocionar os presentes – e se emocionar também – pode apostar sem receio.
  • 2
    Nome das solteiras na barra do vestido
    É aquele tipo de coisa que as pessoas já esperam ver. Não que você tenha que fazer, mas certamente suas amigas mais chegadas irão levantar a barra do seu vestido para tentar ver se os nomes estão lá. Reza a lenda que a prática ajuda as solteiras a casar. Não sabemos se dá resultado, mas é certo que a atitude deixará suas amigas ainda solteiras muito felizes.
  • 3
    Amêndoas e bem-casados
    Eles não são simples doces. Segundo a tradição, os noivos devem oferecer cinco amêndoas a cada convidado, que representam fertilidade, longevidade, saúde, riqueza e felicidade ao novo casal. Além de deliciosas são uma bela lembrança da festa e podem ganhar embalagens modernas, como caixinhas de prata ou vir em clássicos saquinhos de organza. O bem-casado representa a união de duas vidas e é difícil encontrar um casamento que não tenha estes doces no fim da festa. Ouse nos sabores, como framboesa e chocolate (na massa e no recheio) ou em tecidos estilosos para embalá-los.  
  • 4
    Daminhas e pajens
    Crianças são inesperadas e, por isso mesmo, muito fofas! Algumas choram antes de entrar, fazem birra, mas a maioria de diverte caminhando até o altar. Para evitar imprevistos, procure escolher crianças a partir de cinco anos. Aqueles que começaram a andar há pouco tempo podem precisar da ajuda de um adulto para acompanhar o cortejo.    
  • 5
    Primeira dança do casal
    É um momento aguardado, principalmente, pelos convidados mais velhos. Além de marcar a entrada dos noivos, a primeira dança rende fotos lindas, que serão recordações inesquecíveis da data. Se você pensa em fazer algo moderninho, como dançar um hip-hop, comece com uma valsa ou música clássica e depois inicie os passos ensaiados por vocês. Com certeza, vocês surpreenderão os presentes.

Os principes existem...

http://vimeo.com/52490482